Blog

Acesse o nosso blog e confira nossas publicações

Ginecologia: um panorama da especialidade no Brasil e dicas para se destacar profissionalmente como ginecologista

 

30 de outubro é celebrado o Dia do Ginecologista. A data, comemorada há mais de 60 anos, foi escolhida por ser o dia da fundação da Febrasgo – Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia que, desde 1959, atua no âmbito científico e profissional, congregando e representando os ginecologistas e obstetras brasileiros, sendo um dos principais órgãos da categoria

De acordo com a última publicação da Demografia Médica no Brasil (2018), do CRF – Conselho Federal de Medicina, no Brasil, atualmente, há mais de *30 mil médicos ginecologistas (dado relativo à “Ginecologia e Obstetrícia”). Desse total 56,3% são médicas e 43,7% são médicos.

A ginecologia já é a 4ª maior especialidade médica em quantidade de profissionais, atrás apenas de Clínicas Médicas, Pediatria e Cirurgia Geral, respectivamente. Os ginecologistas correspondem a 8% do total de médicos especialistas no Brasil. São quase 15 profissionais ginecologistas por cada 100 mil habitantes, segundo a Demografia Médica.

Em relação à divisão desses profissionais por região, o Sudeste é onde há o maior número de médicos ginecologistas, concentrando 51% do total de profissionais, seguido de 18% no Nordeste; 17% no Sul; 10% no Centro-Oeste; e 4% no Norte.

Veja a seguir, os desafios do médico ginecologista, o impacto da pandemia nos trabalhos e o que é preciso fazer para se destacar profissionalmente na especialidade.

Os desafios do médico ginecologista brasileiro

São muitos os desafios do ginecologista brasileiro, entre eles o preconceito pela falta de conhecimento da própria paciente, mulher, em relação à especialidade, a falta de acesso à saúde, principalmente, nas comunidades mais carentes e na região norte do país, onde há poucos profissionais na área.

A pesquisa “Expectativa da mulher brasileira sobre sua vida sexual e reprodutiva: as relações dos ginecologistas e obstetras com suas pacientes”, realizada pela Febrasgo em parceria com o Datafolha, divulgada no início de 2019, revelou que 8% das mulheres brasileiras (6,5 milhões)  não costumam ir e que 5% nunca foram a um ginecologista (4 milhões).

Entre as que nunca foram ou não costumam ir ao ginecologista, as principais razões são: não vai porque se considera saudável (31%), porque não considerar importante (22%), tem vergonha (11%), não gosta (4%), tem medo de detectar algo (7%), aponta o estudo.

A pesquisa, que teve como objetivo investigar e compreender como a mulher vê o profissional de ginecologia e o valor desse especialista nas várias fases da vida, mostra que “a média de idade da primeira consulta, entre as mulheres que já foram ao ginecologista, é de 20 anos e a necessidade de esclarecer um problema ginecológico e a gravidez ou suspeita dela são as principais razões de procura do especialista”.

O estudo ainda traz dados sobre a relação médico paciente, informações por região e considerações sobre a importância de campanhas de incentivo à primeira consulta entre outras para ampliar o número de mulheres assistidas por um profissional ginecologista. Para acessar a pesquisa, acesse o link.

Pandemia X Ginecologia

Na atualidade, com o cenário da pandemia do novo coronavírus, os médicos ginecologistas, como em tantas outras especialidades médicas, tiveram um grande desafio ao verem suas rotinas de trabalho em consultórios, clínicas e hospitais mudarem completamente.

Novos protocolos de segurança, relacionados ao atendimento seguro de suas pacientes, seja em consultas ou procedimento, foram aderidos ao dia a dia desse profissional.

Para guiar esses médicos, a Febrasgo, em parceria com a SGORJ (Associação De Ginecologia e Obstetrícia do Rio de Janeiro) divulgou a cartilha “Orientações COVID-19 para ginecologistas e obstetras”, direcionando sobre procedimentos de triagem de pacientes em hospitais e clínicas ao atendimento por telemedicina.

Além do manual com as orientações, foi disponibilizado um link com as Perguntas e Respostas mais frequentes sobre o a ginecologia e o novo coronavírus, abordando temas como: realização de Papanicolau durante à pandemia, tratamento de pacientes no pós-operatório, entre outros. Confira mais no link

Atualização para médicos ginecologistas

Outro grande desafio do médico ginecologista é sem dúvida conseguir se destacar profissionalmente em meio a tantos profissionais da área.

Como em qualquer ramo da medicina, a ginecologia exige que o profissional especialista esteja sempre atento e conheça as novidades científicas e tecnológicas do setor.

Por ser uma área bastante concorrida, tendo em vista a grande quantidade de profissionais, é essencial que o médico ginecologista atualize constantemente seu conhecimento técnico e prático, para que com isso ele possa oferecer o melhor atendimento ao seu paciente e também se destacar profissionalmente.

Sabemos que na rotina do profissional da saúde não é fácil encontrar tempo para estudar e se dedicar à atualização profissional, mas, hoje em dia, com o ensino à distância para médicos, é possível.

Para isso, a Meddco tem as melhores opções de cursos médicos online. Preparados e apresentados por médicos reconhecidos e qualificados na área, os cursos Meddco oferecem conteúdo direcionado e de qualidade, em que o aluno/médico poderá acessar facilmente, por meio das plataformas online, quando e onde quiser.

Na área da Ginecologia, a Meddco possui diversas opções de atualização. Confira abaixo os links dos Cursos Online Meddco voltados para Ginecologistas e não perca tempo, acesse e faça já a sua inscrição!

 Curso Teórico e prática de Ultrassom para Ginecologistas

Curso de Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia

Curso – Mama Diagnóstico por Imagem I

Curso – Mama Diagnóstico por Imagem II

Curso Doppler em Ginecologia

Curso Ultrassonografia na Endometriose

Curso Ecografia na Infertilidade

Curso de Ultrassom do sistema Urinário

Sobre a Meddco

A Meddco é uma empresa focada no fomento da educação para profissionais da área médica.

Com 13 anos de atuação e mais de 5 mil alunos matriculados, a Meddco foi a empresa pioneira na educação a distância (EAD) voltada a área de diagnóstico por imagens do país.

Em todo seu histórico, sempre permaneceu no ambiente digital, oferecendo cursos vitalícios, proporcionando ao aluno o acesso ilimitado aos cursos adquiridos.

A Meddco oferece aos seus alunos, materiais de altíssima qualidade, que geralmente são compostos por aulas teóricas, aulas práticas e a apresentação de casos clínicos, garantindo ao aluno atualização e aprendizado de qualidade.

Além disso, nosso corpo docente conta com especialistas referências em suas áreas de atuação, oferecendo ao aluno aprendizado de qualidade inquestionável, fato comprovado pelo alto índice de satisfação de nossos alunos, que fica acima dos 95%.

Quer saber mais? Clique aqui e conheça os cursos da médico e inscreva-se para saber maiores informações!

Meddco Educação Contínua

Compartilhe

Veja também

A ARTE DE ENSINAR

A ARTE DE ENSINAR   Dr. Carlos Stéfano Hoffmann Britto é membro da Sociedade Brasileira de Ultrassonografia e do Colégio Brasileiro de [...]
+

Meddco lança novo site e ganha espaço em mídias digitais

A Meddco amplia sua presença na internet com seu novo site.   A Meddco amplia sua presença na internet com seu novo site. O objetivo, [...]
+

Os novos desafios do médico brasileiro

Os novos desafios do médico brasileiro Hoje, 18 de outubro, é celebrado o Dia do Médico, uma profissão que pela própria natureza da sua missão, [...]
+