Blog

Acesse o nosso blog e confira nossas publicações

Crianças e a Covid-19: os principais estudos e protocolos de pediatria

 

Por serem em maior número e de maior gravidade, muitos estudos médicos/científicos relatam somente os casos do novo coronavírus em adultos e idosos.

O fato é que, embora sejam em menor índice, existem ocorrências preocupantes da Covid-19 também em crianças, por isso é essencial o compartilhamento dos conhecimentos entre a classe médica pediátrica para diagnóstico e manejo dos pacientes e a divulgação de orientação para as famílias e público em geral.

Continue lendo o artigo para saber mais sobre as medidas para a pediatria na pandemia, a relação do sistema renina-angiotensina-aldosterona e a infecção pelo coronavírus e como se atualizar profissionalmente na área.

 Crianças X transmissão do coronavírus

Com a divulgação dos dados e o foco da cobertura da mídia em casos de pacientes adultos e idosos, entre a comunidade não científica tem se criado uma falsa crença de que as crianças não são acometidas pelo novo coronavírus.

É importante ressaltar que, assim como em adultos, as crianças que são expostas ao vírus podem apresentar os sintomas da covid-19. O dado positivo é que na maioria dos casos a doença não se manifesta com muita gravidade.

Todo o “mito” sobre a não ocorrência da SARS-CoV-2 em bebês e crianças pode resultar em um abrandamento nos cuidados e medidas preventivas e consequentemente um aumento na transmissão.

 

Pesquisas apontam que apesar da transmissão de crianças nos primeiros anos de vida para outros pessoas ser menor, ela acontece, e que acima de 10 anos as crianças transmitem o novo coronavírus como adultos.

 

O estudo que indica esses índices é o “Rastreamento de contatos durante surto de doença por coronavírus, Coréia do Sul, 2020 realizado pelo Centro Nacional de Resposta às emergências e a Equipe de Epidemiologia e Gerenciamento de Casos da Covid-19 da Coréia do Sul.

A relação do ECA-2 e o coronavírus

Para analisar a diferença da incidência da Covid-19 em crianças e adultos/idosos, muitos médicos pediatras/cientistas tentam relacionar fatores no funcionamento do organismo humano nos primeiros anos de vida que apontem os motivos dos indivíduos mais jovens não serem tão acometidos com a doença e/ou infecção mais grave pelo novo coronavírus.

Uma publicação no Journal of the American Medical Association (JAMA) de casuísticas de pacientes infectados com o COVID-19 relacionou os níveis do receptor da enzima conversora de angiotensina-2 (ECA-2) na mucosa nasal como um desses fatores.

O ensaio, que toma por base uma determinada população em Nova Iorque, nos Estados Unidos, evidencia que o ECA-2 na superfície celular se liga às proteínas específicas do SARS-CoV-2 e promove a internalização do vírus nas células humanas e aponta que as células que recobrem o interior do nariz das crianças têm menor quantidade de receptores ECA-2 do que os mais velhos, podendo esse ser um dos fatores que influência na gravidade ou não da infecção pelo novo coronavírus.

 Listamos algumas apresentações sobre o tema, acesse os links e saiba mais:

 – Nasal Gene Expression of Angiotensin-Converting Enzyme 2 in Children and Adults – JAMA

Por que razões a infecção pelo sars-cov-2 acomete menos crianças e adolescentes? – Sociedade de Pediatria de São Paulo

 – SARS-CoV-2 e o Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona (SRAA): manutenção da terapia com inibidores do SRAA durante a pandemia da COVID-19 – Instituto Albert Einstein

 – Covid: novo estudo explica porque crianças não têm complicações graves – Crescer

Medidas para a Pediatria relacionadas à Pandemia  

Sobre os cuidados a Covid-19, o Departamento Científico de Infectologia da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) divulgou as Medidas para o Pediatra relacionadas com a Pandemia do COVID-19 em que direciona como deve ser a rotina de consultórios médicos e ambulatórios na pandemia e reforça orientações como:

– Manter a conduta de imunização e calendários das vacinas;

– Preservar a amamentação, pois até o momento não há evidências de transmissão através do leite materno;

– Mães com sintomas respiratórios devem reforçar a higienização de mãos e usar máscara cirúrgica durante a amamentação.

Um artigo nomeado “COVID-19 Diagnostic and Management Protocol for Pediatric Patients” publicado por médicos pediatras do Departamento de Pediatria do Hospital das Clinicas da FMRP (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto) e USP (Universidade de São Paulo) no jornal Clinics e disponível na plataforma Scielo relata os principais aspectos epidemiológicos, clínicos, laboratoriais e terapêuticos da doença de coronavírus em pacientes pediátricos críticos.

Para auxiliar os profissionais de saúde no manejo de pacientes e no tratamento, o artigo enfatiza as apresentações clínicas da doença e o suporte ventilatório em pacientes pediátricos com COVID-19 e estabelece um fluxograma para orientar os profissionais de saúde na triagem de casos críticos.

 

 Recém-nascidos e a Covid-19

Um editorial do CDC – Center for Diasease for Control and Prevention (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) dos Estados Unidos sobre considerações na avaliação e manejo de recém-nascidos em risco para Covid-19 alerta sobre evidências que mostram que os bebês menores de 12 meses podem apresentar maior risco de doença grave por Covid-19 em comparação com crianças mais velhas

 

Os sintomas relatados entre os neonatos com infecção por SARS-CoV-2 incluem febre, letargia, rinorréia, tosse, taquipnéia, aumento do trabalho respiratório, vômitos, diarréia e intolerância à alimentação ou diminuição da ingestão.

 

Médicos da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da Faculdade de Medicina da USP piublicaram as  Recomendações de especialistas para o cuidado de recém-nascidos de mães com COVID-19 . O artigo apresenta informações que vão desde as precauções de isolamento, assistência na sala de parto, transporte de recém-nascido, internação na UTI até teste viral em bebês e a alta hospitalar em caso de covid-19.

 

O aleitamento materno na pandemia

Uma questão muito debatida envolvendo a primeira infância e o coronavírus é sobre a amamentação. Sobre o assunto, a SBP divulgou a nota “O Aleitamento Materno nos Tempos de Covid-19”, reforçando os cuidados durante a amamentação, entre eles: lavar as mãos antes de tocar no bebê na hora da mamada; e usar máscara facial durante a amamentação.

 O Centers for Disease Control and Prevention (CDC) dos Estados Unidos também recomenda as mesmas medidas protetivas na hora da amamentação, em caso de suspeita ou não do coronavírus, no documento “Care for Breastfeeding Women

Atualização médica em Pediatria

É muito importante estar sempre atualizado se quiser se destacar profissionalmente, principalmente na área médica.

Para isso, a Meddco tem as melhores opções em cursos médicos, conheça alguns na área da Pediatria:

Curso de Ultrassonografia Transfontanelar

Curso de Atualização em Alergologia

Não perca tempo, acesse o link, conheça todos os cursos Meddco e faça já sua inscrição!

Meddco Educação Contínua 

Compartilhe

Veja também

A ARTE DE ENSINAR

A ARTE DE ENSINAR   Dr. Carlos Stéfano Hoffmann Britto é membro da Sociedade Brasileira de Ultrassonografia e do Colégio Brasileiro de [...]
+

Meddco lança novo site e ganha espaço em mídias digitais

A Meddco amplia sua presença na internet com seu novo site.   A Meddco amplia sua presença na internet com seu novo site. O objetivo, [...]
+

Os novos desafios do médico brasileiro

Os novos desafios do médico brasileiro Hoje, 18 de outubro, é celebrado o Dia do Médico, uma profissão que pela própria natureza da sua missão, [...]
+